Pai estupra bebê de 13 dias no interior do Pará

ELE NEGA,MAS A POLICIA JÁ TEM PROVAS QUE ELE FOI O AUTOR DA MONSTRUOSIDADE

Um bebê recém nascido, de apenas 13 dias de vida, foi abusado sexualmente pelo pai, no último sábado (11), em Santana do Araguaia, sudeste paraense. O crime chocou moradores da região.

As polícias Civil e Militar tiveram conhecimento do caso, após o pai da criança, identificado por Cleiton Ramos França, suspeito do crime, levar o bebê para o Hospital Municipal da cidade. O quadro clínico da criança, que apresentava sinais de violência sexual, e a atitude suspeita do pai, chamaram a atenção dos médicos, que imediatamente, acionaram a PM.

Em entrevista ao portal Correio de Carajás, o delegado Luiz Antônio Ferreira, superintendente da 13ª Regional Integrada de Segurança Pública (RISP), disse apenas que o suspeito recebeu voz de prisão, mas que negou a autoria do crime. O delegado disse também que um laudo preliminar do hospital de Santana apontou o abuso sexual, mas que precisava de um laudo do Instituto Médico Legal (IML), que seria conclusivo. Até mesmo para falar mais informações sobre o caso.

O pai da menina foi levado à delegacia e após averiguação preliminar feita pela polícia civil, o homem foi preso em flagrante, mas o juiz Erichson Alves Pinto, da Comarca de Santana, converteu o flagrante em prisão preventiva, “em face da necessidade de garantir a ordem pública e assegurar a aplicação da lei penal”.

Ele também determinou a transferência de Clayton para um presídio mais próximo, provavelmente o de Redenção ou para uma das casas penais da Região Metropolitana de Belém.

O  bebê não resistiu à agressão sofrida e morreu no hospital.

O crime foi registrado pela Superintendência Regional do Araguaia. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat