Aliados dos EUA podem virar alvos de ataques, ameaça Irã

Recentemente, Bolsonaro chamou atenção dos iranianos após justificar a morte do general Qassim Suleimani. | Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Ouvir:0:00

Após assumir a autoria dos ataques contra as bases norte-americanas no Iraque na noite desta terça-feira (7), o Irã emitiu um alerta: aliados dos Estados Unidos podem virar alvos de ataques a qualquer momento.

O comunicado foi feito pela Guarda Revolucionária do Irã, através da agência de notícias oficial iraniana, Irna. “Estamos alertando todos os aliados dos americanos, que deram suas bases ao seu exército terrorista, de que qualquer território que seja ponto de partida de atos agressivos contra o Irã será alvo”, disse.

O cenário atual preocupa os brasileiros. Após o presidente Jair Bolsonaro justificar a morte do general iraniano Qassim Suleimani, a diplomata Maria Cristina Lopes foi chamada para dar explicações sobre o aparente apoio dado pelo Brasil.

Os iranianos se queixaram da nota do Itamaraty e afirmaram que o governo Bolsonaro comprou integralmente a versão dos Estados Unidos para justificar a morte de Suleimani. 

Em resposta, Maria disse que a nota não era uma condenação contra o estado iraniano e que a relação entre os dois países não pode ser reduzida ao tema abordado no comunicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat