MAIOR GERADORA DE EMPREGO EM ITAITUBA 16 NOS DEPOIS A FAI VIROU REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO SUPERIOR

Pode parecer um jargão banal, mas com trabalho, trabalho, disciplina e planeamento qualquer empreendimento está fadado ao sucesso.   Esse é o exemplo de uma empresa que mesmo enfrentando inadimplências,  e a oscilação da gangorra e econômica do pais entre altos e baixos tem tido musculatura para promover novos investimentos.     Atualmente a FAI conta com guia de cursos superiores abrangendo todas as áreas compostas pelos próprios colaboradores da empresa.

  Atualmente de acordo com o diretor geral da Faculdade de Itaituba (FAI), professor MBA Abel Huiapuâ   de Sá a faculdade  é  a maior geradora de empregos em Itaituba com total de 150 colaboradores diretos,   assim como também contribui pagando altos impostos ao município.    A única empresa além da FAI que gerava empregos era a CAIMA que faliu recentemente e emperrou suas atividades em Itaituba.

Não  à  toa essa ação visionária da Faculdade em 16 anos já é detentora de 11 cursos todos com boa demanda de alunos (as)  com pedidos futuros de outros cursos como veterinária, abrindo assim leque de opções para a região que tem Itaituba como cidade polo.    Foram tantas as conquistas que deixam a instituição de ensino Superior como referência não apenas para Itaituba e Pará, mas para o Brasil haja vista que pessoas de várias regiões têm participado dos seus vestibulares.

A Faculdade rigorosamente tem respeitado e cumprido todas as exigências legais do MEC  feitos para cada tipo de curso implantando laboratórios  bem equipados,  uma biblioteca com mais de vinte mil títulos com obras destinadas a todos os acadêmicos e seus respectivos cursos,  além de uma biblioteca virtual que ampliou ainda  mais a necessidade de pesquisa.

O diretor geral enfatiza e reitera outra importante conquista da FAI que é o direito de reconhecimento de cursos (hoje feito pelo MEC em relação aos diplomas) e que passará  a ter reconhecimento direto da faculdade,  pedido nesse sentido já foi feito,  além de que a  instituição já está  recredenciada   dentro lei,    que assim exige que seja feito a cada quatro anos.

Sobre a avaliação feita pelo MEC, o ENADE, professor Abel tece suas considerações com um pé atrás vendo o ENADE apenas hoje como um instrumento de Rankeamento  e não do conhecimento já que leva em conta mais a diversidade e não a performance na resposta das questões,  mas que a FAI sempre tem se destacado nesse tipo de avaliação em todos os seus cursos.

   O investimento da FAI é muito alto,  mas o custo benefício para a comunidade acadêmica e em geral é muito maior.    Dentre os fatores que sempre elevam o padrão de qualidade no ensino é a contratação de professores (as) com mestrado e doutorado bem superior ao número de professores especialistas, mas que estão também cursando mestrado e doutorado para que continuem ministrando suas aulas; A estrutura física também é arquitetonicamente uma das mais bonitas, contando com 48 salas de aula, incluindo laboratórios e outros totaliza 64 salas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat