COM O LEMA WINGLYA NÃO SERÁ ESQUECIDA, FAMILIARES E AMIGOS DA JOVEM PROTESTAM PELA NÃO PRISÃO DO SEU EX MARIDO HARLISSON

IRMÃ, MÃE E PAI DE WINGLIA
torturada, barbarizada, Winglia foi morta e ex marido é o principal suspeito,protesto e por ele ainda não ter sido preso

Foram sete anos de um casamento que terminou com um macabro roteiro de filme de terror. O principal acusado da Barbárie é o ex marido de Winglya Lopes.  Um drama cruel que passados quatro meses continua atormentando a memória e as lembranças de uma jovem que tinha um futuro brilhante pela frente,  mas foi barbarizada,   antes passando por torturas e cárcere privado por parte de Harlisson,    de acordo com a mãe  de Winglia,   Eunice Aboim Lopes Peres.

mãe de Winglia não come, não dorme e chora o dia todo pela morte brutal de sua filha

Eunice conta que todos os dias vive em crise de choro constante ao lembrar o terrível sofrimento que Winglya   passou nas mãos do ex marido antes de ser morta.  De acordo com laudo do IML após ser encontrado o corpo da jovem em estado de decomposição completo foi detectada várias lesões graves e ainda ela teria sido alvejada com um tiro na cabeça tendo seu corpo sido jogada numa mata as margens da Rodovia BR 163 que foi encontrada por acaso por um caçador das redondezas sentido Jacareacanga

muita gente solidária com a causa

Eunice disse que os detalhes que antecederam a execução de Winglia foi toda presenciada pelo seu neto de apenas 3 anos Cauê,  que até hoje conta com detalhes o que viu, tendo pedido ao pai para que não machucasse Wnglya, mas o mesmo sem qualquer resquício de piedade a matou a assim mesmo,   tendo iniciado as agressões ainda em casa, consumando o ato já na mata para onde levou a sua ex esposa na marra.

protesto em frente a delegacia da mulher,pela não prisão de Harlison, ex marido de Winglia

Para não deixar o caso ser esquecido, na tarde de quinta-feira dia 26 com faixas e cartazes os manifestantes tiveram na delegacia da mulher, em seguida fizeram ato de protesto em frente à delegacia de Polícia quando a mãe de Winglia chorando muito ao microfone pediu justiça para que a polícia possa localizar Harlisson   que inclusive a estaria ameaçando através das redes sociais. Rosangela Aguiar que tem sido solidária a família desde a morte de Winglia criticou a justiça e cobrou da polícia medidas mais céleres cobrando também apoio da OAB de Itaituba da mesma forma como foi importante para elucidar o rumoroso crime quando foram assassinadas a advogada Leda Marta,   sua filha  Hanna e uma funcionária da loja,  num caso de ampla repercussão na época e que o executor e mandantes foram presos já que também o ex marido de  Marta foi acusado como mandante, num episódio que galrada algumas semelhanças com o a tragédia que ceifou a vida de Winglya Lopes.

enfermeira Rosângela está organizado os proteste e dá muito apoio aos familiares de Winglia

O ato de protesto após as delegacias civil e da mulher percorreu várias ruas culminando na praça do cidadão onde foi encerrado, mas com a promessa de voltar as ruas novamente caso a justiça e a polícia não consigam uma resposta imediata no sentido de prender o principal acusado do crime que está foragido, que é o ex marido da jovem brutalizada.  

 Rosangela Aguiar,  professora Nubia e o vereador Diego que também esteve participando do movimento de protesto,  anunciaram com a anuência dos pais de Wingliya que o próximo ato pela justiça será na Câmara de vereadores provavelmente na sessão ordinária da próxima terça feira já que consideram que o apoio dos vereadores será muito importante para pressionar as autoridades que investigam o caso,  mas quatro meses depois sem sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat